Vamos observar o alinhamento do Atlas no exame de imagem?

Atualizado: 30 de jun.

Recentemente a Academia Suíça AtlasPROfilax publicou um novo estudo científico e claro que eu não poderia deixar de compartilhar aqui com você!





O atlas, primeira vértebra da cervical está localizado logo abaixo do crânio, aliás, é ele o responsável por carregar todo o peso do crânio e cabeça, cerca de 4-6 kg. É por carregar todo este peso que recebeu o nome do Atlas, titã condenado por Zeus na Mitologia Grega a carregar o peso do mundo nas costas.


Esta vértebra em si chega a realizar alguns pequenos movimentos abaixo do crânio mas não realiza movimentos em rotação. Porém, quando ocorre um impacto severo na cervical, como nascimento por fórceps, quedas, batidas de cabeça ou queixo no chão ou acidentes com efeito chicote esta vértebra pode rodar acidentalmente abaixo do crânio, situação a qual chamamos de subluxação do atlas. Esta subluxação pode levar a alterações mecânicas e metabólicas na musculatura e fáscia local, podendo estar associado a sintomas como torcicolos, dores de cabeça ou enxaquecas tensionais, distúrbios na ATM, fibromialgia e por alterar a posição da cabeça em relação ao eixo do corpo é possível estar relacionada aos quadros de dor na lombar e hérnias discais.


Esta subluxação pode ser avaliada e corrigida através desta terapia, chamada AtlasProfilax, que consiste em uma vibropressão controlada, com frequência e angulação específicas, aplicada UMA ÚNICA VEZ na musculatura curta de nuca.


O artigo em questão se refere a um estudo de caso realizado em uma paciente de 30 anos de idade, com dor crônica em ombro, síndrome cervicobraquial (condição clínica que acomete a coluna cervical, entre as vértebras C1 e C7, podendo causar dor e rigidez no pescoço, irradiando também para os braços e cintura escapular) com parestesia (sensação de formigamento ou dormência nas mãos), síndrome do túnel do carpo, dor de cabeça tensional e distúrbios na articulação temporomandibular (ATM), que foi submetida a tomografia computadorizada (2D e 3D) para avaliar uma possível subluxação do altas antes e após a aplicação da técnica AtlasProfilax e observar se a terapia impactaria em uma melhora clínica dos sintomas mencionados, além de promover alinhamento e simetria articular. Imagens da linha média dentária também foram realizadas para avaliar sua evolução.


Após a aplicação da técnica, a paciente do presente artigo apresentou normalização da subluxação conforme apresentado nas imagens abaixo:




O desvio da linha média dental de aproximadamente 1 mm foi totalmente normalizado imediatamente após a aplicação da terapia, assim como a melhora na abertura de boca, a qual apresentou amplitude de movimento ainda maior após 1 mês da aplicação. De acordo com a evolução clínica, houve melhora nos sintomas associados às queixas da ATM, da crepitação articular, travamento da articulação e diminuição de dor local.




Após a terapia a paciente relatou melhora no quadro da dor no ombro, assim como a parestesia e dor no túnel do carpo também, conforme demonstrado no quadro abaixo:



Sintoma

EVA Antes Procedimento

EVA 1 mês após Procedimento

EVA 8 meses após Procedimento

Dor de Cabeça

8

2

2

Dor em membro superior direito associada a síndrome cervicobraquial

9

2

2

Dor na mandíbula associada aos distúrbios da ATM

7

0

0

Presente antes do procedimento

Presente 1 mês após procedimento

Presente 8 meses após procedimento

Parestesia em membro superior

Sim

Não

Não

Perda motora em membro superior

Sim

Não

Não

Tabela 1 : Evolução dos sintomas antes e após a aplicação da terapia AtlasProfilax. (Nesta tabela foi utilizada a escala visual analógica (EVA), cuja classificação é de 0-10, onde o 0 é classificado como dor inexistente e 10 dor insuportável).


De acordo com os achados clínicos, a paciente em questão apresentou melhora significativa nos seus sintomas iniciais após a aplicação do AtlasProfilax (observar a tabela 1) e além de ser observado uma diferença significativa no posicionamento do atlas em relação a base do crânio e C2, observou-se também um melhor alinhamento do processo espinhoso das vértebras C3 e C4. Assim pode-se concluir que o método em questão conseguiu atingir a normalização da musculatura suboccipital, fáscia local, ATM e se mostrou eficaz no alinhamento da subluxação do atlas.


A grande procura pelo tratamento do AtlasProfilax na rotina do consultório tem sido principalmente por quadros de cefaléia tensional, enxaqueca, distúrbios da articulação temporo-mandibular, limitações na movimentação cervical principalmente em rotação e Fibromialgia.


Para saber mais sobre o estudo completo (em Inglês), clique abaixo e faça o download do arquivo em PDF

EN_AtlasPROfilax-Estudo-DRa-Ana-Paula-Grilo-Salmaso-JUN2022
.pdf
Download PDF • 3.87MB

Estou à disposição para o seu atendimento.


Dra Ana Paula Grilo Salmaso

Fisioterapeuta

Crefito 3 119033-F

www.draanapaulasalmaso.com.br

Siga nas mídias sociais

@draanapaulasalmaso

#fisioterapia #saúde #saude #dor #dores #tratamento #cuidados #atlasprofilax #movimento #corpo #bemestar #pain #physiotherapy #health #wellness #body #somatoemocional #somato #experimentar #sensacoes #imunidade #corporal #sono #prevencao #alimentacao #bemestar

237 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo